sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Somem as palavras,
Se perdem as idéias,
Domina a minha mente,
Um simples olhar...
O meu olhar,
Em direção aos seus olhos,
Como um mergulho
Dos céus,
Para a imensidão do oceano.

E essa mistura de sensações,
Que me fascina e me cala,
Surge assim,
Um sorriso em minha face,
Brilham meus olhos,
Refletindo a luz dos seus.
E naquele breve instante,
De uma piscada de seus olhos,
E eu voltando a mim,
Peço que nunca deixe esse brilho se apagar,
Esse brilho,
Iluminando meu caminho
E me incentivando a viver.

Um comentário:

pildz disse...

o duro é não pisar nas uvas