quinta-feira, 12 de junho de 2008

Venho por meio desta, me despedir.
Despeço-me com a intenção de nunca mais lhe ver,
Nunca mais lhe encontrar,
Nem mesmo em pensamentos.
Após longo tempo unidos
Tenho a certeza
De que essa é a minha decisão final.
Acredite, não mais me espere,
Não voltarei atrás,
Estou tomando outro rumo
O qual você não faz parte dos planos.
Aprendi muito durante nossa convivência,
Evoluí, amadureci!
Mas agora realmente estou indo.
Deixo para trás você, vida solitária,
Porque agora é hora de ser feliz,
Não que não tenha sido enquanto convivemos,
Mas agora é pra valer
Enfim, chegou a hora de me encontrar
Com meu grande amor!
E é com ela que partirei
E viverei daqui pra frente.
Quanto a você, vida solitária,
Deixá-la-ei para as outras tantas pessoas
Que fingem preferir estar em sua companhia,
Que ludibriam-se fingindo a felicidade.
Desculpe,
Não sinto tristeza nessa despedida,
O que sinto,
É meu peito palpitando,
Clamando pela minha amada,
Minha mente formando a imagem dela
Por todos os cantos que olho,
E a saudade me torturando
A cada segundo em que soltamos nossas mãos.
Adeus...

2 comentários:

Paty disse...

oi bebê da 255
passando pra dizer o qto vc me faz happy e cada dia longe de vc é uma tortura, mas cada momentos juntos é fantástico, é maravilhoso...quero pra sempreeeee
amo vc mais e mais
saudades imensas do meu pdm
bjs

Kpitu disse...

Que texto sensacional!