quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Quando levantar a cabeça,
Notar que já é quase noite
A fraca luz do Sol
Não for mais suficiente para lhe aquecer
E a gelada brisa adormecer seu rosto
Esqueça o que ficou...

Siga para seu aposento,
Retire-se mais uma vez do mundo
Busque seu interior
E esqueça mais uma vez
De compartilhá-lo.

Uma palavra engasgada,
Um sorriso acorrentado,
Gestos ignorados,
Vontades reprimidas,
Sentimentos repreendidos.

Lembrar que pela manhã
Aquela pessoa
Que você viu na rua
E timidamente
Fixou-lhe os olhos
Querendo apenas um sorriso
E não o recebeu,
Não pode mais lhe observar
Sequer poderá vê-la novamente
Quem dirá receber
Um último sorriso...

E é assim
Que se seguem muitas vidas,
Se é que se pode chamar de vida...
Ou talvez seja assim,
Que se perdem muitas vidas:
Em vão...

2 comentários:

Bárbara disse...

Uau q intenso...e meio triste né ...
Ta td bem lindinhow?

bjs

Leila disse...

Chatonildooo ... agora vi q vc tinha escrito outro poema e nem me falou!!!! IMPERDOÁVEL!!!!!!!!! hahaha ....mas tenho q concordar q ta meio triste!!! humm ... vc anda um enigma ultimamente ... Bom, vim deixar um recadinho pra tiiii :

“Que me olhe nos olhos enquanto falo. Que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência. E, ainda que não compreenda, respeite meus sentimentos. Preciso de alguém, que venha brigar ao meu lado sem precisar ser convocado; alguém Amigo o suficiente para dizer-me as verdades que não quero ouvir, mesmo sabendo que posso odiá-lo por isso. Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia, nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível: A Amizade. Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa. Preciso de um Amigo que receba com gratidão o meu auxílio, a minha mão estendida. MESMO QUE ISSO SEJA MUITO POUCO PARA AS SUAS NECESSIDADES. Preciso de um Amigo que também seja companheiro nas farras e pescarias, nas guerras e alegrias, e que no meio da tempestade grite em coro comigo: Nós ainda vamos rir muito disso tudo!”

(Charles Chaplin)

Eiii darlingggg .... nao vou pendurar seu poster no meu quartoo...hahaha ... mas realmente gosto muuuito de vc (essa parte vc acertou ... embora faça comparações absurdas ...ta ...gosto da minha familia!! hehe)... e venho aki reforçar pq ontem eu tava mto avoada ... sorry!!!!!!!!!!

Bjusss